Como reconhecer um legítimo boteco

8 02 2010



Uma importante pesquisa sobre botecos,traz informações reveladoras.

Considero até que esse trabalho é de utilidade pública.

Porque muita gente abre um estabelecimento e chama de boteco, mas já vi até o cara colocar sabonete líquido no banheiro e se vangloriar que tem um boteco.

É o fim do mundo… Boteco que é boteco tem pia encardida com a torneira quebrada e imunda, não tem sabonete algum e muito menos toalha para enxugar a mão…

Confiram as outras características:

1 – Cerveja a menos de R$2,00.

2 – Marcas de cigarros alternativas. Nesses lugares vende-se os cigarros Ritz, Campeão, Fúria Mentol, Oscar e Amigo.

3 – Bebum de fé. Todo o boteco que se preza tem um bebum da casa, que aparece todo santo dia para bater o ponto.

4 – Potes de conserva atrás do balcão. Quase sempre é de salsicha, ovo de codorna no vinagre ou aquela cebola com sardinha.

5 – Nome com apóstrofe e s no final, como Sensation’s, Bambu’s e Chico’s. Ou então o nome do dono, como Bar do Zé, Bar do Alemão, Bar da Cida, Bar do Chico, Bar do Pelé.

6 – Garrafa velha de refrigerante. Quando se pede Coca, vem Pepsi, naquelas garrafas com logotipo branco. E tem Mirinda e Vanucci de maçã e de tubaína.

7 – Rádio Continental como música ambiente. No fim das contas, faz mais barulho do que propriamente som.

8 – Catchup em diversas tonalidades de vermelho. Um festival para o paladar.

9 – Quadrinho na parede: “Não aceito fiado”. Ou entao: “Fiado só para maiores de 90 anos acompanhado dos pais”.

10 – “O Pior Banheiro do Mundo”. Se tiver tampa na privada, e o papel higiênico não for cor de rosa, não está no espírito.

11 – Cardápio escrito à giz e com erros ortográficos, como X-Corassão, Concrete e Wisk.

12 – Cozinheira gorda, com bigode e chinelo de dedos, e garçom com camisa pra fora das calças e caneta bic atrás da orelha.

13 – Balas de troco duras, ruins e guardadas dentro de um pote plástico nebuloso.

14 – Toalhas de plástico grudadas com percevejo, em mesas de madeira com aqueles furos de cupim.

15 – Um cachorro bem sarnento zanzando na porta. Ele nunca entra, senão leva pau!

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: